REIKI – INICIAÇÃO A DISTÂNCIA

LEIA COM CARINHO, POR FAVOR.

Reiki 63 - Carlos Rebouças Jr - 63 - 22-7-2013

Concordo, Creio e Aceito as Iniciações a Distância. Lamentavelmente muitos negam e renegam o poder das energias e ignoram que, para elas, não existem barreiras de tempo e espaço. Negar a eficácia das iniciações a distância é o mesmo que não crer na eficácia do envio de Reiki a distância. Uma pessoa pode até não aceitar ser iniciada a distância, mas não crer na eficácia é outra história e atitude muito contraditória para um Reikiano que realiza tratamentos a distância e que tem plena consciência de que é “tão somente” um CANAL.

O Mestre William Lee Rand ensinava as iniciações a distância no mestrado e esses ensinamentos faziam parte de suas apostilas; depois voltou atrás e retirou tais ensinamentos de seus manuais… Provavelmente foi vítima de uma espécie de “santa inquisição” reikiana e sofreu ameaça de ser “excomungado” e expurgado e boicotado enquanto Mestre de Reiki. O Mestre William Rand alega que iniciações a distância não tem o mesmo potencial das iniciações presenciais e que há algumas limitações que a distância impõe. Pergunto: ele acreditava nessas limitações ao incluir as iniciações a distância em seu manual de mestrado? Como alguém ensina o que não aceita? (Link onde o Mestre William Lee Rand fala a respeito das iniciações a distância e confirma esta informação: http://www.reiki.org/reikinews/distantattunement.html)

Limitações? Essas só existem na tridimensionalidade de nossas mentes lineares e em nossas crenças!

O Mestre William também menciona a “facilidade” com que podem ser feitas iniciações a distância e o fato de poderem ser iniciadas “várias pessoas ao mesmo tempo”, como se iniciar várias pessoas ao mesmo tempo fosse algo novo e estranho ao Reiki.

Após o grande terremoto na província de Kanto, no ano de 1923, o Sensei Mikao Usui foi procurado pelo filho do imperador Meiji que lhe perguntou quantos voluntários seriam necessários para atender com Reiki as vítimas da catástrofe. Sensei Usui disse que precisaria de 2 mil voluntários. Logo arregimentaram esse número de pessoas e o Sensei Usui iniciou-as todas ao mesmo tempo, usando procedimento similar à técnica Mawashi Reiki (círculo de Reiki)…

No começo, o próprio William Lee Rand, Mestre na minha linhagem e na da maioria dos reikianos brasileiros, em 1991, incluiu em seu manual de Reiki a sintonização a distância, porém por algum motivo, resolveu voltar atrás, pois não queria que as sintonizações à distância tomassem o lugar das sintonizações presenciais, conforme trecho publicado por ele no website http://www.reiki.org: “Actually, I was one of the first to introduce the idea of distant attunements and .d it in my Reiki master manual as far back as 1991. However, I didnt intend for distant attunements to take the place of attunements done in person.” (Na verdade, fui um dos primeiros a introduzir a ideia das sintonizações à distância e a inclui no meu manual de Mestre de Reiki desde 1991. No entanto, eu não pretendia que as sintonizações a distância tomassem o lugar das sintonizações presenciais.)”.(transcrito de http://somostodosum.ig.com.br/clube/artigos.asp?id=35046)

Qualquer pessoa que tenha o mínimo de noção a respeito da dinâmica das energias sabe bem que sequer existe algo chamado distância. Nossos corpos não limitam-se ao que percebemos através de nossos limitados sentidos físicos; sequer são separados em físico, emocional, mental, espiritual, búdico, átmico, etc. Nossas almas são individuais, mas nossos corpos são como células que formam um só corpo: SOMOS TODOS UM, estamos conectados com todos e com tuto, formando o “corpo” do TODO. Nossas vidas são como uma viagem e estamos todos flutuando no mesmo oceano, um imenso oceano preenchido por partículas divinas, hoje conhecidas como bósons de higgs.

Não se sabe ao certo que Mestre de Reiki criou a iniciação a distância, mas certamente o fez conhecendo o poder do Reiki e visando beneficiar as pessoas que vivem em lugares onde não há seminários de Reiki ou para ajudar aqueles que não tem condições de pagar por esses seminários, suponho.

Não poucas vezes fui acusado de profanar o Reiki e de desonrar os ensinamentos a mim transmitidos por meus Mestres de Reiki…

Não recebo tais acusações. Quem me conhece sabe do amor e respeito que tenho pelo Reiki. Reconheço que estou bem longe de conseguir vivenciar seus Princípios Espirituais, mas tenho a consciência tranquila ao partilhar o pouco conhecimento sobre o assunto, já que os que o detêm não o fazem publicamente. Gostaria de ter mais para mais partilhar…

Luz existe para iluminar!!! Não se coloca lâmpada dentro de cofre nem sob a cama!!!

Mikao Usui pode não ter realizado iniciações a distância, mas nada do que ele ensinou afirma o contrário. Tudo o que existe escrito contra as iniciações a distância é fruto de crenças bastante limitadas ou de mentes limitadoras, manipuladoras e dominadoras. São ensinamentos de Mestres que tem prazer em manipular os “discípulos” através de terrorismo espiritual, pregando perigos, danos energéticos, desrespeito e desonra aos Mestres, etc.

Ora, acaso não somos apenas CANAIS de Reiki!!???? Não é o Reiki energia divina e inteligente?

Não somos canais no envio de tratamento a distância? Não somos igualmente canais em uma iniciação?

Estaria enganado ao fazer tais afirmações? Vivi uma ilusão durante todos esses anos?

A única forma de se contaminar energia é manipulando-a. A Energia Reiki não é manipulada! É CANALIZADA! Se manipularmos a energia, de forma alguma estaremos praticando Reiki! A arte de manipular energia tem outro nome: MAGIA!

Fui iniciado em dezenas de sistemas de Reiki; em alguns sistemas fui iniciado diversas vezes, por diversos Mestres. Muitas iniciações presenciais e outras a distância. Recebi todas, sem sombra de dúvida, e jamais percebi qualquer forma de “risco” energético, psíquico, espiritual… Tenho consciência do que é Reiki e do que não é… Não falo isso com a arrogância dos “donos da verdade”, meus amigos…

No que se baseiam os que tão veementemente são contrários às iniciações a distância? Alguém poderia fundamentar a não aceitação baseado nos ensinamentos de Mikao Usui e dos primeiros Mestres? O único Código de Ética para os Reikianos é chamado de Gokai. Tudo o mais que pode ser aceito são regras referentes à ética terapêutica, mas nenhum Mestre tem autoridade para dizer o que é permitido e o que não é quando se seguem os Princípios do Reiki.

O que vemos são alguns Mestres afirmarem que não fiscalizam nada nem ninguém, mas julgam e sentenciam outros Mestres, baseados em um código de ética que tem a ver com a sua “verdade”, que está longe de corresponder à realidade, confundindo ética com moral…

Estejam atentos a dominadores e manipuladores. Mikao Usui pregava a liberdade e o ir além. Meditem nessas suas palavras e de outros grandes Mestres:

“Com prática assídua da arte do Reiki começarás a encontrar-te com o Divino no teu interior. Dirige-te de fora para dentro, seguindo a luz e o calor da energia. Virá outro atrás de mim que melhor fará a cura. Ninguém, nem sequer os grandes mestres, sabe toda a verdade. Os ensinamentos são apenas uma parte do Todo. Só podes voltar-te para o teu ser e senti-lo. Penetra no Ser e sente o vasto oceano do seu Amor”. Sensei Mikao Usui

“A chave para aumentar a capacidade para curar está em procurar ser um canal puro e não utilizar a força mental (concentração)”. Sensei Doi Hiroshi

“A energia é automaticamente ajustada de acordo com a necessidade da pessoa. Se autorregula o fornecimento, a eliminação e seleção do nível de vibração. Não devemos controlá-la mentalmente. Tanto o curador quanto o paciente, são envoltos pela Luz do Reiki e são curados ao mesmo tempo. Ambos devem relaxar e entregarem-se completamente nas “mãos” do Reiki para não obstruírem a passagem da energia. Este é o melhor segredo”.Sensei Doi Hiroshi

“Enquanto aplicas a cura com Reiki, evita todos os pensamentos perturbadores e limitadores; volta uma e outra vez ao silêncio e ao verdadeiro vazio. Liga-te ao teu alento e permanece num meio de amor do Grande Vazio. Aqui está o segredo do caminho da cura”. Sensei Toshihiro Eguchi

“Na primavera de 1922, em Kurama-yama (Monte Kurama), ele partiu rápido com a determinação de que sua vida iria acabar ali, a menos que ele atingisse a iluminação. À meia-noite do 21º dia de seu jejum, um forte Reiki do universo penetrou seu cérebro, ressoando com Reiki em seu corpo, e alcançou um sentimento de unidade com o universo. Ele foi, então, iluminado e, ao mesmo tempo, foi agraciado com um poder de cura. Usui Sensei denominou-o Reiki Ryoho e decidiu não monopolizá-lo, mas compartilhá-lo com muitas pessoas. Ele criou os princípios, ou cinco preceitos, e o método de ensino. Ele mudou-se para Aoyama, em Tóquio, e fundou a Usui Reiki Ryoho Gakkai.” Sensei Doi Hiroshi

“Curadores! Reúnam-se em redor das autênticas técnicas universais, brilhai com esplendor e revelai o caminho do Reiki ao mundo”. Sensei Mikao Usui

“O grande e universal caminho do Reiki ilumina todo o mundo, abrindo o mundo à verdade. Não há voz nem coração para ver; segue apenas o Divino, e não haverá nada para perguntar aos Deuses”. Sensei Mikao Usui

—————————————————————-

Gostaria de lhes contar uma história…

No dia 19 de dezembro de 2005 realizei a iniciação como Mestre de Reiki de meu amigo Adilson Marques (https://www.facebook.com/asamar.sc?ref=ts&fref=ts), de São Carlos, São Paulo, a distância. Adilson é espiritualista universalista e tem alguns títulos de graduação e pós-graduação. Não se trata de pessoa ignorante, ingênua e influenciável.

Estávamos conversando no MSN Messenger por volta das 21 horas quando lhe ofereci a iniciação. Ele, Adilson, relutava em aceitar os valores cobrados para o nível da Maestria e tinha motivos para isso. Adilson aceitou minha oferta e pediu uma hora para preparar-se. Também eu fui me preparar para esse momento sublime.

Tomei um bom banho, fui à varanda e fumei um cigarro (sim, ainda sou fumante); lavei as mãos e pinguei umas gotas de essência aromática de flor de lótus em minha mãos.

Às 22 horas realizei a iniciação de Adilson Marques, seguindo o mesmo processo das iniciações presenciais, imaginando-o à minha frente.

No dia seguinte recebi uma mensagem do Adilson, onde me relatava suas impressões a respeito da iniciação que havia recebido. Ele havia percebido a presença de diversos guias orientais à sua volta; percebeu também o fluxo de energia, mas algo lhe causou estranhesa: ele havia sentido o cheiro de um perfume muito doce, mas também o cheiro de cigarro. Adilson Marques, até então, não sabia que eu era um fumante, um tabagista!

Onde estava a “distância” nessa iniciação? Existe distância?

Abraços de AMOR, LUZ e GRATIDÃO.

Carlos Alberto de França Rebouças Junior Carlos Junior_HANKO_28-12-2012_circular

Fortaleza – Ceará – Brasil, 26 de julho de 2013.

Anúncios

Sobre carlosreiki

Bacharel em Direito, Teólogo, Phd em Psicanálise, Pós-graduado em Psicanálise com Especialização em Constelação Sistêmica Familiar, Dr.H.C. em Constelação Sistêmica Familiar, Dr.H.C. em Psicanálise Clínica, Gestalt-terapeuta; Praticante, Mestre e Terapeuta Reiki.
Esse post foi publicado em Ética, Doi Hiroshi, Falsos Mestres, Gendai Reiki Ho, Hiroshi Doi, Iniciação a Distância em Reiki, Mikao Usui, Princípios Espirituais, Reflexão - Para Meditar, Reiki, Saúde e bem-estar, Toshihiro Eguchi, Usui Reiki Brasil, Usui Reiki Ryoho e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s